sábado, 18 de junho de 2016

Aprendendo a Lidar com a Falsidade…

Lidar com a falsidade requer exercício de tolerância!

Devemos começar seguindo a linha de pensamento de que não temos controle sobre o outro, o outro é uma pessoa individualizada, não conseguiremos fazê-lo agir como gostaríamos.

O dicionário informa, que falso quer dizer: mentiroso, enganador, hipócrita, fingido, dissimulado.

O negócio é acreditar na nossa intuição e ficar atento a alguns sinais…

Identificar uma pessoa dissimulada, requer percepção apurada mas não é o único jeito. Ao conhecer uma pessoa, não vá logo falando tudo de si. Mesmo que essa pessoa lhe conte até o que possa parecer assunto íntimo.

Para o dissimulado, esse é o caminho para nos conduzir a falar mais sobre nós.

Observe se a medida em que vão se conhecendo, essa outra pessoa quando fala no mesmo assunto, confirma ou conta aquela história que já havia narrado, com algumas mudanças.

Ter atenção se a pessoa tem muito interesse em esmiuçar sua vida, em saber além do que deveria. Quer saber tanto pra quê?

As pessoas dissimuladas tem costume de bajular em demasia, aqueles elogios de bajulação, usam desse proceder para tentar fixar que são confiáveis. Não confunda com os elogios coerentes, esses são bem vindos.

Se for uma amizade particular, você pode se afastar da pessoa mas sendo colega de trabalho tem que aprender a conviver.

O melhor a fazer ao identificar uma pessoa falsa, é manter uma postura formal, procurando sustentar o nível de educação elevado, formando um tipo de bloqueio mental para que a pessoa sinta dificuldade em esmiuçar sua vida, com o tempo ela tende a se afastar por si só.

-Silvia Baptista